Radioestesia Orquestral

Radiestesia ou radioestesia é um meio de captação a sensibilidade e radiações que os defensores atribuem qualidades positivas e negativas, usadas pela pseudociência ou ligações paranormais.

Por que me refiro a esta terminologia?

A simples razão de aculturação pelo investimento de produção artística e evento com investimento dispendioso em 24 horas disponibilizadas no ano.

A orquestra tem o poder de mexer com a emoção e a razão no mesmo instante. Porém o Estado investe plenamente na sensibilidade do corpo através dos ritmos ultra “pops”, como meio de dominação a inteligência de pessoas.

Enquanto escrevo ouço LISZT – Concerto para Piano nº 1 em Mi bemol e fico pensando quantos concertistas em nossas cidades tocam o compositor ou estudam em escolas de formação séria para deixar um legado? Quase nenhuma.Senão todas.

Formar uma orquestra está quase impossível, assim como manter uma empresa no país, tributação por todos os meios; para se ter o profissional, divulgação dos eventos, taxas para solicitação de local público, espaço na mídia, espaços para desenvolvimento de projeto negado, embora ociosos, e mais uma infinidade de outros aspectos.

Estamos desde 2007 trabalhando com um grupo de fato legítimo da nossa região Jundiaí, para encontrar meios de não desprezar os que se esforçam para estudar música e ter oportunidade de um espaço sério para elevar a sua formação.

Se não dermos a possibilidade de capacitação e geração de renda para nossos profissionais não teremos qualidades positivas da radioestesia a nosso favor e passaremos mais alguns anos patinando no companheirismo do Estado.

Estado que não é nosso eterno companheiro, mas usa o que dispomos todos os anos, o sagrado imposto que para nós é uma Sangria.

Viva a verdadeira radiestesia que desperta a sensibilidade do fazer e praticar a orquestra e seus sons.

1 Comentário "Radioestesia Orquestral"

Faça um comentário